O Ensino Religioso e a diversidade cultural:

o sagrado na sala de aula

  • Edile Maria Fracaro Grupo Pesquisa Educação e Religião (GPER)
Palavras-chave: Educação. Ensino religioso. Diversidade cultural religiosa. Sagrado.

Resumo

Conviver com a diversidade é algo complexo e desafiador, talvez uma das grandes problemáticas da humanidade, principalmente quando se busca refletir o lugar do ser humano (seu propósito e significado de vida). O presente artigo, uma pesquisa bibliográfica, busca refletir sobre a “leitura religiosa” do cotidiano, sobre as expressões, os espaços e os gestos que remetem à dimensão do sagrado e, assim, à dimensão do outro. Como ver o diferente e aprender com ele a conviver em harmonia? Como abordar a questão da diversidade cultural e religiosa em sala de aula? A leitura do religioso pode favorecer uma leitura que vá além do cotidiano, dos acontecimentos, dos gestos, dos ritos, das normas e das formulações, para a compreensão da realidade de maneira profunda. Esse é o desafio que se apresenta a todos os docentes, mas especialmente aos docentes de Ensino Religioso. Assumir uma atitude que desenvolva a articulação com outras competências (disciplinas e conhecimentos) pode integrar os estudantes em um trabalho conjunto com vistas à educação integral. Portanto, cabe à educação utilizar-se da comunicação e do diálogo para promover o encontro com o
outro e o seu Sagrado.

Biografia do Autor

Edile Maria Fracaro, Grupo Pesquisa Educação e Religião (GPER)

Doutora em Teologia. Mestre em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR). Pesquisadora do Grupo Pesquisa Educação e Religião (GPER).

Publicado
2019-07-25
Como Citar
Fracaro, E. M. (2019). O Ensino Religioso e a diversidade cultural:. Revista De Educação ANEC, 45(158), 45-65. https://doi.org/10.22560/reanec.v45i158.212