Assembleias escolares: uma estratégia para refletir sobre os conflitos interpessoais

Autores

  • Patrícia Souza Ferro Oliveira Instituto São José – São José dos Campos/SP
  • Sonia Maria Pereira Vidigal Universidade Metodista

DOI:

https://doi.org/10.22560/reanec.v41i154.49

Palavras-chave:

Assembleias escolares, Moral, Conflito

Resumo

Um dos objetivos educacionais é a formação ética do aluno e, para isso, a escola precisa se preocupar com atividades que proporcionem essa formação. O objetivo deste estudo é apresentar a importância das assembleias escolares para o desenvolvimento moral dos alunos, sendo também uma alternativa para a construção da cidadania e mediação dos conflitos existentes no dia a dia do ambiente escolar. Esse trabalho foi desenvolvido por meio de revisão bibliográfica, baseando-se em pesquisas recentes sobre o assunto. O referencial teórico utilizado foi o construtivismo piagetiano. Conclui-se que a assembleia escolar é uma das estratégias de resolução de conflitos coerente com o desenvolvimento da autonomia moral dos alunos. Por ser uma forma prática que contribui para aprimorar as capacidades dialógicas e de valores de não violência, respeito, justiça, democracia, solidariedade, por meio dela é possível que diversos assuntos e situações do dia a dia sejam debatidos no ambiente escolar a fim de auxiliar os alunos a desenvolverem-se moralmente, adquirirem estratégias mais respeitosas de resolução de conflitos e formar cidadãos com atitudes mais democráticas.

Palavras-chaves: Assembleias escolares; Moral; Conflito

 

 

School assemblies: a strategy to think about the interpersonal conflicts

 

Abstract: One of the educational goals is the ethical education of students and, therefore, the school has to worry about activities that provide such training. The purpose of this study is to present the importance of school assemblies for the moral development of the students, also it is an alternative to the construction of citizenship and mediation of conflicts in everyday life of the school environment. This academic work was developed by reviewing bibliographies, relating to recent researches about the topic. The theoretical framework used was the Piagetian Constructivism. It was concluded that school assembly is one of consistent conflict resolution strategies with a coherent development of moral autonomy of students. As being a practical way that helps to improve the dialogic skills and values of non-violence, respect, justice, democracy, solidarity, it is possible that several issues and situations of everyday life are discussed in the school environment in order to assist students to develop themselves, acquiring more respectful strategies for solving conflicts and form citizens with democratic attitudes.

Keywords: School Assemblies; Moral; Conflicts.

 

 

Asambleas escolares: una estrategia para reflexionar sobre los conflictos interpersonales

 

Resumen: Uno de los objetivos educacionales es la formación ética del alumno y, para ello, la escuela debe preocuparse con actividades que proporcionen esta formación. El objetivo de este estudio es presentar la importancia de las asambleas escolares para el desarrollo moral de los alumnos, siendo también una alternativa para la construcción de ciudadanía y mediación de conflictos existentes en el día a día del ambiente escolar. El trabajo se desarrolló por medio de revisión bibliográfica, con base en investigaciones recientes sobre el asunto. El referencial teórico utilizado fue el constructivismo piagetiano. Se concluye que la asamblea escolar es una estrategia para la solución de conflictos coherente con el desarrollo de la autonomía moral de los alumnos. Por ser una forma práctica que contribuye para mejorar las capacidades dialógicas y los valores de no violencia, respeto, justicia, democracia, solidaridad, por su intermedio es posible que diversos asuntos y situaciones cotidianas se debatan en el ambiente escolar, para auxiliar a los alumnos en su desarrollo moral y en la adquisición de estrategias más respetosas de solución de conflictos y formación de ciudadanos con actitudes más democráticas.

Palabras clave: Asambleas escolares; Moral; Conflictos

Biografia do Autor

Patrícia Souza Ferro Oliveira, Instituto São José – São José dos Campos/SP

Pós-Graduação em Psicopedagogia pela Universidade Metodista de São Paulo (2016). Graduação em Pedagogia pela Universidade do Vale do Paraíba (1998). Atualmente professora do 4° ano do Ensino fundamental I do Instituto São José – São José dos Campos/SP. E-mail: psouzaferro@yahoo.com

Sonia Maria Pereira Vidigal, Universidade Metodista

Doutorado pela Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo – USP (2016). Mestrado pela Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo – USP (2011), com estágio sanduíche na Universidade de Harvard. Especialização em Relações Interpessoais pela Universidade de Franca – UNIFRAN (2007). Graduação em Licenciatura em Pedagogia pela USP (1989). Professora convidada no curso de Psicopedagogia da Universidade Metodista. E-mail: smpvidi@gmail.com

Downloads

Publicado

2017-12-05

Como Citar

Oliveira, P. S. F., & Vidigal, S. M. P. (2017). Assembleias escolares: uma estratégia para refletir sobre os conflitos interpessoais. Revista De Educação ANEC, 41(154), 94-106. https://doi.org/10.22560/reanec.v41i154.49