Alfabetizar no 4º ano do Ensino Fundamental: um desafio inclusivo

Autores

  • Simone Ballmann de Campos Centro Educacional Menino Jesus/CEMJ - Florianópolis/SC
  • Rozana Molliner de Carvalho Centro Educacional Menino Jesus/CEMJ - Florianópolis/SC
  • Sônia Buss dos Santos Centro Educacional Menino Jesus/CEMJ - Florianópolis/SC

DOI:

https://doi.org/10.22560/reanec.v41i154.51

Palavras-chave:

Método Montessori, Alfabetização, Formação docente, Prática pedagógica, inclusão

Resumo

O estudo parte do pressuposto de que, por não serem seres iguais, os alunos possuem habilidades diferentes, provêm de contextos diversos e nem sempre a alfabetização destes ocorre nos anos iniciais do Ensino Fundamental. Em função disso, vimos discutindo e problematizando a importância da articulação entre a prática docente, o currículo, o apoio dos especialistas da escola e a formação continuada para que outros caminhos possíveis sejam encontrados no processo de alfabetização daqueles que ainda não o consolidaram no período esperado socialmente. Utilizando como suporte metodológico uma pesquisa pedagógica, na qual a sala de aula é vista como objeto de investigação, ao apresentarmos algumas práticas realizadas no 4º ano de uma escola regular montessoriana, com o intuito de alcançar a leitura e a escrita proficientes, pretendemos expandir a discussão sobre alfabetização e inclusão, considerando os contributos de Scliar (2010; 2013; 2015) e Montessori (1965).

Palavras-chave: Método Montessori; alfabetização; formação docente; prática pedagógica; inclusão.

 

 

Literacy in the fourth year of Fundamental Education: an inclusive challenge

 

Abstract: The study assumes that because they are not equal, students have different abilities, come from different contexts and not always their literacy occurs in the early years of Elementary School. Because of this, we have been discussing and problematizing the importance of the articulation between teaching practice, the curriculum, the support of the specialists of the school and the continued formation so that other possible paths are found in the process of literacy of those who have not yet consolidated it in the expected period socially. Using as a methodological support a pedagogical research, in which the classroom is seen as an object of investigation, when presenting some practices carried out in the 4th year of a regular Montessori school, with the intention of achieving proficient reading and writing, we intend to expand the discussion on literacy and inclusion, considering the contributions of Scliar (2010, 2013, 2015) and Montessori (1965).

Keywords: Montessori Method; literacy; teacher training; pedagogical practice; inclusion.

 

  

Alfabetizar en el 4º año de la Educación Fundamental: un desafío inclusivo

 

Resumen: El estudio parte del presupuesto que, por no ser personas iguales, los alumnos poseen habilidades diferentes, provienen de contextos diversos y ni siempre su alfabetización ocurre en los años iniciales de la Educación Fundamental. En función de ello, discutimos y problematizamos la importancia de la articulación entre la práctica docente, el currículo, el apoyo de especialistas de la escuela y la formación continuada para encontrar otros caminos posibles en el proceso de alfabetización de quienes todavía no lo consolidaron en el período esperado socialmente. Utilizando como soporte metodológico un estudio pedagógico, donde la sala de clases es vista como objeto de investigación, al presentar algunas prácticas realizadas durante el 4º año de una escuela regular montessoriana, con el objetivo de alcanzar la lectura y la escritura proficientes, pretendemos expandir la discusión sobre alfabetización e inclusión, considerando las contribuciones de Scliar (2010; 2013; 2015) y Montessori (1965).

Palabras clave: Método Montessori; alfabetización; formación docente; práctica pedagógica; inclusión.

Biografia do Autor

Simone Ballmann de Campos, Centro Educacional Menino Jesus/CEMJ - Florianópolis/SC

Doutorado em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC (2017). Mestrado em Educação pela Universidade do Estado de Santa Catarina (2006). Especialização em Psicopedagogia pela Universidade do Sul de Santa Catarina (2001). Graduação em Pedagogia pela Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC (1993). Atualmente, é coordenadora pedagógica no Centro Educacional Menino Jesus (CEMJ), professora na Universidade de São José (USJ) e participante do Grupo de Pesquisa Grupo GEPHIESC. Apresenta experiência de mais de 20 anos de trabalho com os anos iniciais do Ensino Fundamental e com o Método Montessori. E-mail: siballmann@yahoo.com.br

Rozana Molliner de Carvalho, Centro Educacional Menino Jesus/CEMJ - Florianópolis/SC

Especialização em Alfabetização pela Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC (em andamento). Graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC (1991). Apresenta experiência de cerca de 20 anos com os anos iniciais do Ensino Fundamental e com o Método Montessori. E-mail: rozanamoliner@hotmail.com

Sônia Buss dos Santos, Centro Educacional Menino Jesus/CEMJ - Florianópolis/SC

Especialização em Montessori e Perspectivas Educacionais Contemporâneas pelo Centro Universitário Leonardo da Vinci (2009). Graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual de Santa Catarina – UFSC (1994). Apresenta experiência de cerca de 20 anos com os anos iniciais do Ensino Fundamental e com o Método Montessori. E-mail: sonia.buss22@gmail.com

Downloads

Publicado

2017-12-05

Como Citar

Campos, S. B. de, de Carvalho, R. M., & dos Santos, S. B. (2017). Alfabetizar no 4º ano do Ensino Fundamental: um desafio inclusivo. Revista De Educação ANEC, 41(154), 176-191. https://doi.org/10.22560/reanec.v41i154.51

Edição

Seção

Artigos de demanda contínua