O sentido do conceito humanizador no trabalho de tutores a distância

Autores

  • Creuza Martins França Centro universitário Filadélfia – UniFil
  • Adriana Martini Tavano Silva Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)
  • Alessandra Dutra Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)
  • David da Silva Pereira Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)
  • Jair de Oliveira Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)

DOI:

https://doi.org/10.22560/reanec.v41i154.54

Palavras-chave:

Tecnologia, Educação a Distância, Humanização

Resumo

Esse estudo busca apresentar o perfil de dez tutores de uma instituição de ensino superior particular da cidade de Londrina-PR, bem como apresentar as percepções desses tutores sobre sua formação inicial no que se refere ao uso de tecnologias; identificar se esses profissionais sentem-se preparados para mediar a aprendizagem em Ambiente Virtual de Ensino e Aprendizagem (AVEA); conhecer a percepção desses tutores sobre a ambientação recebida na instituição ao iniciar suas atividades no ensino a distância; verificar as dificuldades encontradas durante a mediação pedagógica; conhecer como o tutor realiza a acolhida do aluno a distância; e, por fim, analisar se as ações dos tutores contemplam uma perspectiva de educação humanizada. Tal temática é relevante, uma vez que o papel desempenhado pelo tutor revela-se enquanto facilitador do processo ensino-aprendizagem. Foram trazidas à tona algumas reflexões a partir do aporte teórico de Belloni (2012), Moran (2015) e Gasparoni (2017); na abordagem metodológica, optou-se pelas contribuições de Severino (2007); e, por último, contou-se com a análise das interpretações dos dados, à luz da perspectiva de Rodrigues, Schimidt e Marinho (2011) e Tenório, Souto e Tenório (2014). Os resultados mostraram que os pesquisados possuem capacidade em direcionar suas práticas por meio de ações de acolhida e incentivo, o que corrobora a percepção dos referenciais sobre a tutoria humanizada.

Palavras-chave: Tecnologia, Educação a distância, Formação de tutores humanizadores.

The meaning of the humanizing concept in the work of distance tutors

Abstract: This study aims to present the profile of ten tutors of a private higher education institution in the city of Londrina-PR; to present the perceptions of these tutors about their initial training regarding the use of technologies; to identify if these professionals feel prepared to mediate learning in the Virtual Environment of Teaching and Learning; to know the perception of these tutors about the atmosphere received at the institution when starting their activities in distance education; to verify the difficulties of pedagogical mediation; to check how the tutor performs the student's harvest at a distance; and finally, to analyze if the actions of the tutors contemplate a perspective of humanized education. This theme is relevant, since the role of the tutor is revealed as a facilitator of the teaching-learning process. They were brought to light some thoughts from the theoretical framework of the Schimidt and Marinho (2011), Belloni (2012), Moran (2015) and Gasparoni (2017); as a methodological approach, it was decided by the contributions of Severino (2007); and finally counted on the analysis of interpretations of the data, the light of Schimidt and Marinho perspective (2011), Tenório, Souto and Tenório (2014). The results showed that the respondents have the ability to direct their practices through reception actions and incentives which corroborates the perception of reference on humanized tutoring.

Keywords: Technology, e-learning, Humanization.

El sentido del concepto humanizador en el trabajo de tutores a distancia

Resumen: Este estudio presenta el perfil de diez tutores de una institución de educación superior particular de la ciudad de Londrina-PR, así como las percepciones de los tutores sobre su formación inicial en relación al uso de tecnologías; identifica si estos profesionales se sienten preparados para mediar el aprendizaje en Ambiente Virtual de Educación y Aprendizaje (AVEA); conoce la percepción de los tutores sobre la ambientación recibida en la institución al iniciar sus actividades en educación a distancia; verifica las dificultades encontradas durante la mediación pedagógica; conoce la forma como el tutor realiza la acogida del alumno a distancia; y, finalmente, analiza si las acciones de los tutores contemplan una perspectiva de educación humanizada. Tal temática es importante, ya que el papel desempeñado por el tutor se revela en cuanto facilitador del proceso enseñanza-aprendizaje. Fueron contempladas algunas reflexiones a partir del aporte teórico de Belloni (2012), Moran (2015) y Gasparoni (2017); en el abordaje metodológico, se opto por las contribuciones de Severino (2007); y, por último, se contó con el análisis de las interpretaciones de datos, a la luz de la perspectiva de Rodrigues, Schimidt y Marinho (2011), Tenório, Souto y Tenório (2014). Los resultados mostraron que los investigados tienen capacidades para orientar sus prácticas por medio de acciones de acogida e incentivo, lo que contribuye para la percepción de los referenciales sobre la tutoría humanizada.

Palabras-chave: Tecnología, Educación a distancia, Formación de tutores humanizadores.

Biografia do Autor

Creuza Martins França, Centro universitário Filadélfia – UniFil

Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências Humanas, Sociais e da Natureza - PPGEN, da UTFPR, Campus Londrina (2016). Especialização em Docência para a Educação Profissional (2011/2012). Especialização em Metodologia da Ação Docente (2009/2010). Especialização em Psicopedagogia Clínica e Institucional (2004/2005). Graduação em Pedagogia (2004). Supervisora acadêmica em Centro Universitário Filadélfia (UniFil). E-mail: cleo_martinsfranca@hotmail.com.

Adriana Martini Tavano Silva, Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)

Mestrado pelo Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências Humanas, Sociais e da Natureza - PPGEN, da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), campus Londrina. Especialização em Educação a Distância, Graduação em Zootecnia - Faculdades Gammon (1996), com Habilitação em Química pela Resolução CNE 02/97; Graduação em Pedagogia pela Universidade Paulista – UNIP (2015). Tutora presencial dos cursos de Pedagogia e Matemática pela UNIVESP. E-mail: quimartini@hotmail.com.

Alessandra Dutra, Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)

Doutorado em Linguística e Língua Portuguesa pela Universidade Estadual Paulista – UNESP (2008). Mestrado em Estudos da Linguagem (2003) e Graduação em Letras, ambos pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Docente do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências Humanas, Sociais e da Natureza - PPGEN, da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) – campus Londrina. E-mail: alessandradutra@utfpr.edu.br.

David da Silva Pereira, Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)

Doutorado em Ciência Política pela Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP (2013). Mestrado em Educação – UNICAMP (2006). Mestrado em Geografia Humana pela USP (2002). Docente na Universidade Tecnológica Federal do Paraná, campus Londrina, e do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências Humanas, Sociais e da Natureza - (PPGEN) da UTFPR. E-mail: davidpereira@utfpr.edu.br.

Jair de Oliveira, Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)

Doutorado em Engenharia pela Universidade de São Paulo – USP (2010). Mestrado em Administração na Universidade Federal do Paraná - UFPR (2003). Graduação em Administração de empresas na FAFICOp, atual Universidade do Norte do Estado do Paraná - UENP (1992). Docente na Universidade Tecnológica Federal do Paraná, campus Londrina (UTFPR), e do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências Humanas, Sociais e da Natureza (PPGEN) da UTFPR. E-mail: jair@utfpr.edu.br.

Downloads

Publicado

2017-12-05

Como Citar

França, C. M., Silva, A. M. T., Dutra, A., Pereira, D. da S., & de Oliveira, J. (2017). O sentido do conceito humanizador no trabalho de tutores a distância. Revista De Educação ANEC, 41(154), 57-76. https://doi.org/10.22560/reanec.v41i154.54