Escola Católica:

Ensino Religioso e BNCC

Autores

  • Sergio Rogério Junqueira Instituto de Pesquisa e Formação Educação e Religião (IPFER) - Curitiba/PR
  • Sonia Itoz IPFER

DOI:

https://doi.org/10.22560/reanec.v45i158.178

Palavras-chave:

Ensino religioso. Escola católica. Identidade. Missão.

Resumo

Está na identidade e na natureza de existir e ser da escola católica buscar uma sí­ntese entre cultura e fé. A expressão da Identidade da escola católica se coloca como missão de entendimento da razão e da fé presentes na vida, na cultura e na história da humanidade. Ao trabalhar com objetos de conhecimento a escola católica apresenta valores a assimilar, mas também verdades a descobrir. Razão esta e pela qual o ambiente da escola católica deve ser caracterizado pela academicidade, o que exige educadores competentes, convictos, coerentes e comprometidos com a missão de educar evangelizando e evangelizar educando. A escola católica está a serviço do conjunto da sociedade e como instância crí­tica, com intencionalidade e determinação, deve estar presente, participar e atuar nas situações, nos espaços socioculturais e ser promotora de uma comunidade que seja expressão eclesial. Para isso, deve promover um diálogo sereno e construtivo de colaboração e de respeito mútuo, como reconhecimento recí­proco da própria missão, no serviço educativo aos direitos fundamentais da pessoa. O que quer dizer que, como comunidade educativa, só pode se constituir pelo encontro e pela colaboração das presenças de alunos, pais, professores, colaboradores e gestores. Por esta razão, na escola católica, as relações pessoais são de autêntica reciprocidade, de atitudes coerentes e de comportamentos humanizantes. Imbricam-se, assim, conhecimentos com atitudes e posturas, para promover um modelo cristão de pessoa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sergio Rogério Junqueira, Instituto de Pesquisa e Formação Educação e Religião (IPFER) - Curitiba/PR

Professor livre-docente (2012) e pós-doutor (2010) em Ciência da Religião pela Pontifí­cia Universidade Católica de São Paulo. Pós-doutorado em Geografia da Religião pela Universidade Federal do Paraná (Bolsista CAPES - 2018). Professor titular da Pontifí­cia Universidade Católica do Paraná (2008). Doutor (2000) e Mestre (1996) em Ciências da Educação pela Univeristá Pontifí­cia Salesiana (Roma - Itália). Licenciatura em Pedagogia pela Universidade de Uberaba (1990). Bacharel em Ciências Religiosas pelo Instituto Superior de Ciências Religiosas (1987). Pesquisador colaborador do LEER da Universidade Estadual de Londrina. É consultor e orientador em Educação e Religião. Lí­der do Grupo de Pesquisa Educação e Religião (GPER).

Sonia Itoz, IPFER

Mestre em Educação (1993) pela Pontifí­cia Universidade Católica de São Paulo. Graduação em Filosofia (1990) pela FAI. Graduação em Teologia pela Faculdade de Teologia Nossa Senhora da Assumpção (1990). Membro e pesquisadora do Instituto de Pesquisa e Formação Educação e Religião (IPFER). Assessora, palestrante, escritora e autora de artigos e de livros didáticos de Ensino Religioso e Pastoral Escolar. Coordenadora do Departamento de Estudos Filosóficos, Sociológicos e Ensino Religioso e de Pastoral Escolar do Colégio Emilie de Villeneuve/SP.

Downloads

Publicado

2019-07-25