EDUCAÇíO E COLÔNIA PORTUGUESA NO SÉCULO XVI

Autores

  • Fábio Falcão Oliveira Universidade do Estado de Mato Grosso

Resumo

O presente artigo tem como finalidade entender como a educação no Brasil colonial andou correlacionada com os propósitos da Coroa Portuguesa que aqui colonizava. Entendemos que a maneira de colonização só foi possí­vel com apoio ideológico da Igreja, em especial, da Companhia de Jesus que catequizava e introduzia na colônia outra cultura que irá condicionar o mundo brasí­lico. D. João III, rei de Portugal entende que a proposta de Diogo Gouveia em enviar homens de boas letras iria apoiar o reino na colônia e fixar cultura nas terras brasí­licas. O que está em pauta é a necessidade de marcar o território de maneira cultural e educativa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fábio Falcão Oliveira, Universidade do Estado de Mato Grosso

Doutor em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Mestre em Educação pela Universidade Metodista de Piracicaba (UNIMEP) e Bacharel em Filosofia. É professor adjunto do Centro de Formação de Professores da Universidade Federal do Recôncavo da
Bahia (UFRB), no curso de Licenciatura em Filosofia. Integra o grupo de área Cultura, Corpo
e Educação.

Referências

ALDEN, Dauril. The Making of na Enterprise. The Society of Jesus in

Portugal, Its Empire, and Beyond: 1540-1750. California: Stanford University

Press, 1996.

AZPILCUETA, João de. Carta do P. João de Azpilcueta aos Padres e Irmãos

de Coimbra [Bahia, 28 de março de 1550]. In: LEITE, Serafim (org.). Cartas

OLIVEIRA, F. F.

Educação e colônia portuguesa no século XVI

Rev. Educ., Brasília, ano 44, n. 165, p. 256-270, set./dez. 2021

dos primeiros Jesuítas no Brasil (1538-1553). vol I. São Paulo: Comissão do

IV Centenário, 1956, p.177 - 187.

BETTINI, Rita Filomena Andrade Januário. A Companhia de Jesus, das Origens ao Ocaso: Uma proposta de análise historiográfica. Revista HISTEDBR

On-line, n. 22, p. 13-25, jun. 2006. Disponível em: https://www.fe.unicamp.

br/pf-fe/publicacao/4893/art02_22.pdf. Acesso em: 20 set. 2020.

BRAUDEL, Fernand. História e ciências sociais. A longa duração. Revista de

História, ano XVI, v. XXX, n. 62, p. 261-293 abr./jun. 1965. Disponível em:

http://www.revistas.usp.br/revhistoria/article/view/123422/119736. Acesso

em: 20 set. 2020.

CALMON, Pedro. História do Brasil. vol I. Rio de Janeiro: Livraria José

Olympio, 1959.

CAMPOS, Rui Ribeiro de. A Economia Colonial Nordestina: Feudal Ou Capitalista?. Observatorium, v. 1, n. 3, p. 51-63, 2009. Disponível em: http://www.

observatorium.ig.ufu.br/pdfs/1edicao/n3/A_economia_colonia_nordestina.

pdf. Acesso em: 20 set. 2020.

CARRADORE, Hugo Pedro. “União com o Demônio”. In: CARRADORE,

Hugo Pedro. Etnografia e Folclore do Demônio. São Paulo: Editora Pannartz, 1984.

CORDIVIOLA, Alfredo. Os dilemas da evangelização: Nóbrega e as políticas jesuíticas no Brasil do século XVI. Diálogos Latinoamericanos, n. 7, p.

-112, 2003. Disponível em: http://www.redalyc.org/pdf/162/16200706.pdf.

Acesso em: 20 set. 2020.

CUNHA, Antônio Geraldo da. Dicionário Etimológico Nova Fronteira da

Língua Portuguesa. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1997.

DOM JOÃO III. Carta de D. João III Rei de Portugal a D. Pedro Mascarenhas,

Roma [Lisboa, 4 de agosto de 1539]. In: LEITE, Serafim (org.). Cartas dos

Primeiros Jesuítas no Brasil (1538-1553). vol I. São Paulo: Comissão do IV

Centenário, 1956. p. 101-104.

FABRO, Pedro. Carta do P. Pedro Fabro e Companheiros ao Dr. Diogo Gouveia, Paris [Roma, 23 de novembro de 1538]. In: LEITE, Serafim (org.). Cartas

dos primeiros Jesuítas no Brasil (1538-1553). vol I. São Paulo: Comissão do

IV Centenário, 1956. p. 98-101.

GOUVEIA, Diogo. Carta do dr. Diogo Douveia a D João III Rei de Portugal,

Paris 17 de fevereiro [Paris, 17 de fevereiro de 1538]. In: LEITE, Serafim (org.).

Cartas dos primeiros Jesuítas no Brasil (1538-1553). vol I. São Paulo: Comissão do IV Centenário, 1956. p. 87-97.

OLIVEIRA, F. F.

Educação e colônia portuguesa no século XVI

Rev. Educ., Brasília, ano 44, n. 165, p. 256-270, set./dez. 2021

LAS CASAS, Bartolomé de. Brevissima Relación de la Destruycion de las

Indias: Colegiada Por el o bispo Don Fray Bartolome de Las Casas ó Cassaus,

de la Orden de Sancto Domingo – Año de 1552. [Crônicas de Índias: Texto

completo]. Espanha: Stokcero, 1552.

LEITE, Serafim. História da Companhia de Jesus no Brasil. Tomo I. Lisboa: Portugália/ Civilização Brasileira, 1938a.

LEITE, Serafim. Breve Itinerário para uma biografia do P. Manuel da

Nóbrega: Fundador da província do Brasil e da Grande cidade de São Paulo

(1517-1570). Lisboa-Rio de Janeiro: Brotéria/Livros de Portugal, 1955.

LEITE, Serafim. Introdução Geral. In: LEITE, Serafim. Cartas dos Primeiros Jesuítas no Brasil (1538-1553). vol I. São Paulo: Comissão do IV Centenário da Cidade de São Paulo, 1956.

LIMA, Elda Cassia de. A Correspondência Jesuítica na Construção de um

Novo Mundo: Evangelizar, Classificar, Informar (1553-1596). 2010. Dissertação (Mestrado em História) –Universidade Federal de Goiás, Goiás, 2010. Disponível em: http://pos-historia.historia.ufg.br/uploads/113/original_ELDA_

CASSIA_DE_LIMA_-_Disserta____o.pdf. Acesso em: 20 set. 2020.

MAGALHÃES, Joaquim Romero. Estruturas das Trocas. In: MATTOSO, José.

História de Portugal: o antigo regime, 1620-1807. vol III. Lisboa: Estampa,

p. 315-353.

MARX, Karl; ENGELS, Friedrich. Ideologia Alemã. eBooksBrasil.com, 1999.

NÓBREGA, Manuel da. Informação das Terras do Brasil Do P. Manuel da

Nóbrega - aos Padres e Irmãos de Coimbra [Bahia, agosto ? 1549]. In: LEITE,

Serafim (org.). Cartas dos primeiros Jesuítas no Brasil (1538-1553). vol I.

São Paulo: Comissão do IV Centenário, 1956a. p. 145-154.

NÓBREGA, Manuel da. Carta do P. Manuel da Nóbrega ao Dr. Martín de

Azpilcueta Navarro, Coimbra [Salvador (Bahia), 10 de agosto de 1549]. In:

LEITE, Serafim. Cartas dos primeiros Jesuítas no Brasil (1538-1553). vol I.

São Paulo: Comissão do IV Centenário, 1956b, p. 132 - 145.

NÓBREGA, Manuel da. Carta do P. Manuel da Nóbrega ao P. Simão Rodrigues, Lisboa [Porto Seguro, 6 de janeiro de 1550]. In: LEITE, Serafim (org.).

Cartas dos primeiros Jesuítas no Brasil (1538-1553). vol I. São Paulo: Comissão do IV Centenário, 1956c. p. 155-170.

PAIVA, José Maria. Educação Jesuítica no Brasil Colonial. In: LOPES, Eliane

Marta Teixeira; FARIA FILHO, Luciano Mendes de; VIEGA, Cynthia Greive,

anos de Educação no Brasil. Belo Horizonte: Autêntica, 2000.

OLIVEIRA, F. F.

Educação e colônia portuguesa no século XVI

Rev. Educ., Brasília, ano 44, n. 165, p. 256-270, set./dez. 2021

PAIVA, José Maria. Como ler a história da educação colonial. In: JORNADA

DO HISTEDBR, 5., 2005, Sorocaba. Anais [...]. Campinas: Gráfica da Faculdade de Educação - Unicamp, 2005. p. 1-17.

PAIVA, José Maria de. Religiosidade e Cultura Brasileira: Séculos XVI-XVII. Maringá: EduEM, 2012.

PALACIN, Luis. Sociedade Colonial – 1549 a 1599. Goiânia: UFG, 1981.

PRADO, João Fernandode Almeida. Primeiros Povoadores do Brasil de

-1530. São Paulo: Companhia Editoria Nacional, 1935.

RODRIGUES, José Honório. História do Brasil: historiografia colonial. Parte

I. São Paulo: Companhia Editorial Nacional, 1979.

VIEGA, Antonio J. M. da Motta. A Economia colonial e a População Indígena. Lisboa: Universidade de Lisboa, 1935.

XAVIER, Ângela Barreto; HESPANHA, António Manuel. Representação da

Socciedade e do Poder. In: MATTOSO, José. História de Portugal: o antigo

regime, 1620-1807. vol IV. Lisboa: Estampa, 1993.

Downloads

Publicado

2022-10-13