Educação ambiental e poluição marinha:

um relato de experiência no ensino fundamental

Autores

  • Melanie Silva Universidade do Estado do Rio de Janeiro
  • Fábio Vieira Araújo Universidade do Estado do Rio de Janeiro
  • Rebeca Oliveira Castro Universidade do Estado do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.22560/reanec.v52i165.423

Palavras-chave:

Educação. Escola. Poluição.

Resumo

Arraial do Cabo, devido a sua grande biodiversidade, é uma importante região pesqueira, capital brasileira do mergulho e do turismo. Consequentemente, sofre com a poluição e com problemas na gestão de resíduos. O presente trabalho objetivou desenvolver atividades de educação ambiental em escolas do município para sensibilizar as alunas e alunos quanto a este tema através de métodos cognitivos e afetivos. A resposta dos alunos às atividades propostas foi satisfatória; após a aplicação de atividades práticas e lúdicas de educação ambiental notou-se a sensibilização dos alunos quanto a poluição através das falas durantes os encontros, relatos expostos nos textos e respostas dadas ao questionário. Ações de educação ambiental em espaços formais e não formais são fundamentais no município para a preservação dos ambientes costeiros. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALENCAR, Mariléia Muniz Mendes. Reciclagem de lixo numa escola pública do município de Salvador. Candombá, v. 1, n. 2, p. 96-113, 2005.

ARAÚJO, Fábio Vieira de. Praia limpa é a minha praia. Rio de Janeiro: Vieira & Lent, 2015.

ARAÚJO, Fabio Vieira de et al. Projeto “Praia limpa é a minha praia”: uma contribuição para a preservação dos ambientes aquáticos. Interagir: pensando a extensão, Rio de Janeiro, n. 17-19, p. 81-89, 2014. Disponível em: https:// www.epublicacoes.uerj.br/index.php/interagir/article/view/13570/10382.Acesso em: 29 set. 2021.

BARROS NETA, Milca Vieira de; FONSECA, Bárbara Medeiros. Projetos de Educação Ambiental de escolas públicas e particulares do Distrito Federal: uma análise comparativa. Pesquisa em Educação Ambiental, v. 7, n. 1, p. 85-100, 2012. Disponível em: https://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/pesquisa/article/view/6819/4956. Acesso em: 29 set. 2021.

BRASIL. Lei no 12.305, de 2 de agosto de 2010. Institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos; altera a Lei no 9.605, de 12 de fevereiro de 1998; e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 3 ago. 2010. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2010/lei/l12305.htm. Acesso em: 29 set. 2021.

CARETTI, Luciana da Silva; ZUIN, Vânia Gomes. Análise das concepções de educação ambiental de livros paradidáticos pertencentes ao acervo do Programa Nacional Biblioteca da Escola 2008. Pesquisa em Educação Ambiental, v. 5, n. 1, p. 141-169, 2010. Disponível em: https://www.perio-dicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/pesquisa/article/view/6209/4557. Acesso em: 29 set. 2021.

CRIVELLARO, Carla Valeria Leonini; MARTINEZ NETO, Ramiro; RACHE, Rita Patta. Ondas que te quero mar: educação ambiental para comunidades costeiras: Mentalidade Marítima: relato de uma experiência. Porto Alegre: Gestal/NEMA, 2001.

FALCÃO, Eliane Brígida Morais; ROQUETE, Gustavo Sulzer. As representações sociais de natureza e sua importância para a educação ambiental: uma pesquisa em quatro escolas. Ensaio Pesquisa em Educação em Ciências, v. 9, n. 1, p. 38-58, 2007. Disponível em: https://www.scielo.br/j/epec/a/9QfMkhrg8yWhVKKhSsFn7gD/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 29 set. 2021.

FONSECA, Maria Aparecida Pontes. Turismo e divisão territorial do trabalho no Polo Costa do Sol/RJ. Mercator, v. 10, n. 21, p. 103-120, 2011. Disponível em: http://www.mercator.ufc.br/mercator/article/view/487. Acesso em: 29 set. 2021.

FRANTZ, Cynthia McPherson; MAYER, F. Stephan. The importance of connection to nature in assessing environmental education programs. Studies in Educational Evaluation, v. 41, p. 85-89, 2014.

GODECKE, Marcos Vinicius; NAIME, Roberto Harb; FIGUEIREDO, João

Alcione Sganderla. O consumismo e a geração de resíduos sólidos urbanos no

Brasil. Revista Eletrônica em Gestão, Educação e Tecnologia Ambiental,

v. 8, n. 8, p. 1700-1712, 2012. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/re-

get/article/view/6380/pdf. Acesso em: 29 set. 2021.

GONÇALVES e SÁ, Ádilla Katarinne; PEREIRA, Carla de Araújo; MOURA, Rosimary Carvalho Gomes. Relação entre a teoria e a prática da educação ambiental na EJA do SESC – Petrolina/PE. Revista de Educação, Ciências e Matemática, v. 2, n. 1, p. 69-80, 2012. Disponível em: http://publicacoes.unigranrio.edu.br/ index.php/recm/article/view/1419/942. Acesso em: 29 set. 2021.

HENN, Rosemeri; BASTOS, Fábio da Purificação de. Desafios ambientais na educação infantil. Rev. Eletrônica Mestr. Educ. Ambient., v. 20, p. 329-349, 2008. Disponível em: https://periodicos.furg.br/remea/article/view/3853/2297. Acesso em: 29 set. 2021.

JULIÃO, Danielle; BARRETO, Paulo. Diagnóstico socioambiental do Projeto Negócios Comunitários Sustentáveis nos municípios de Arraial do Cabo, Armação dos Búzios e Cabo Frio. Rio de Janeiro: Instituto BioAtlântica/Instituto Ecobrasil, 2011.

KIMBLE, G. Children learning about biodiversity at an environment centre, a museum and at live animal shows. Studies in Educational Evaluation, v. 41, p. 48-57, 2014.

LIMA, Gustavo Ferreira da Costa. Crise ambiental, educação e cidadania. In: LOUREIRO, Carlos Frederico Bernardo; LAYRARGUES, Philippe Pomier; CASTRO, Ronaldo Souza de (org.). Educação ambiental: repensando o espaço da cidadania. São Paulo: Cortez, 2002.

LOUREIRO, Carlos Frederico Bernardo; AZAZIEL, Marcus; FRANCA, Nahyda. Educação ambiental e gestão participativa em unidades de con- servação. Rio de Janeiro: IBASE, IBAMA, 2003.

LÜDKE, Menga; ANDRÉ, Marli. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 1986.

MAIER, Leonardo de Medeiros et al. Avaliação da presença de fungos e bactérias patogênicas nas areias de duas praias de baixo hidrodinamismo e alta ocupação humana no litoral do município do Rio de Janeiro. Coleção Estudos da Cidade, Rio de Janeiro, p. 1-13, jun. 2003. Disponível em: https://portalgeo.rio.rj.gov.br/estudoscariocas/download/2348_Avalia%C3%A7%C3%A3o%20

da%20presen%C3%A7a%20de%20fungos%20e%20bact%C3%A9rias.pdf. Acesso em: 30 set. 2021.

MANZINI, Roseli Cristina da Rocha et al. Abordagem dos conceitos de redução, reutilização e reciclagem de resíduos com crianças de 5 anos em um CEMEI no município de São Carlos (SP). Rev. Eletrônica Mestr. Educ. Ambient., v. 31, n. 1, p. 189-208, 2014. Disponível em: https://seer.furg.br/remea/article/view/4362/2874. Acesso em: 30 set. 2021.

MASCARENHAS, Rita et al. Marine debris at a sea turtles nesting area at Paraiba State, Brazilian Northeast. Revista da Gestão Costeira Integrada, v. 8, n. 2, p. 221-231, 2008. Disponível em: https://www.aprh.pt/rgci/pdf/rgci-138_Mascarenhas.pdf. Acesso em: 30 set. 2021.

OLIVEIRA, Andréa de Lima; TESSLER, Moysés Gonsalez; TURRA, Alexander. Distribuição de lixo ao longo de praias arenosas – estudo de caso na Praia de Massaguaçu, Caraguatatuba, SP. Revista de Gestão Costeira Integrada, v. 11, n. 1, p. 75-84, mar. 2011. Disponível em: https://www.aprh.pt/rgci/pdf/rgci-199_Oliveira.pdf. Acesso em: 30 set. 2021.

PLATZER, Maria Betanea. Crianças leitoras entre práticas de leitura. 2009. Tese (Doutorado em Educação) - Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2009.

PLATZER, Maria Betanea; MARIZ, Arnaldo Dias. Práticas de leituras na edu- cação infantil: ênfase no trabalho do educador. Práxis Educacional, Vitória da Conquista, v. 8, n. 12, p. 115-128, 2012. Disponível em: https://periodicos2. uesb.br/index.php/praxis/article/view/690/576. Acesso em: 30 set. 2021.

REIGOTA, Marcos. O que é educação ambiental. São Paulo: Brasiliense, 1991.

REIGOTA, Marcos. O que é educação ambiental. São Paulo: Brasiliense, 2014. (Coleção Primeiros Passos).

SANTANA NETO, Sérgio Pinheiro de et al. Sensibilizando estudantes do ensi- no fundamental I quanto à poluição por lixo marinho. Rev. Eletrônica Mestr. Educ. Ambient., v. 26, p. 281-292, 2011. Disponível em: https://periodicos.furg.br/remea/article/view/3499/2079. Acesso em: 29 set. 2021.

SAUVÉ, Lucie. Educação Ambiental: possibilidades e limitações. Educação e Pesquisa, v. 31, n. 2, p. 317-322, 2005. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/ep/article/view/27979/29759. Acesso em: 29 set. 2021.

SEGURA, Denise de Souza Baena. Educação Ambiental na escola pública: da curiosidade ingênua à consciência crítica. São Paulo: Annablume, 2001.

SILVA, Gustavo Leite da; DOURADO, Marcelo Sandin; CANDELLA, Rogério Neder. Estudo preliminar da climatologia da ressurgência na região de Arraial do Cabo, RJ. In: ENAPET, 11., 2006 Florianópolis, 2006. Anais [...]. Florianópolis, 2006

SILVA, Melanie Lopes da et al. Spatial-temporal analysis of marine debris on

beaches of Niterói, RJ, Brazil: Itaipu and Itacoatiara. Marine Pollution Bulle-

tin, v. 92, n. 1-2, p. 233-236, 2015.

SILVA, Melanie Lopes da et al. Marine debris on beaches of Arraial do Cabo, RJ, Brazil: An important coastal tourist destination. Marine Pollution Bulletin, v. 130, p. 153-158, 2018.

TAMAIO, Irineu. O professor na construção do conceito de natureza: uma experiência em educação ambiental. São Paulo: Annablume, 2002.

VALENTE, Maria Esther; CAZELLI, Sibele; ALVES, Fátima. Museus, ciência e educação: novos desafios. História, Ciências, Saúde – Manguinhos, v. 12 (suplemento), p. 183-203, 2005. Disponível em: https://www.scielo.br/j/hcsm/a/8kBt-sgnNggwkjCVYwwFCsGS/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 29 set. 2021.

VIEGAS, Patrícia de Lourdes; NEIMAN, Zysman. A prática de educação ambiental no âmbito do ensino formal: estudos publicados em revistas acadêmicas brasileiras. Pesquisa em Educação Ambiental, v. 10, n. 2, p. 45-62, 2015. Disponível em: https://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/pesquisa/article/view/8816/7314. Acesso em: 29 set. 2021.

VYGOTSKY, Lev. A formação social da mente. 6. ed. São Paulo: Martins

Fontes, 1998.

WALLON, Henri. A evolução psicológica da criança. Tradução: Cláudia

Berliner. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

Downloads

Publicado

2022-06-28